O dilema da suplementação de iodo na gestação

O Jornal Europeu de Tireóide em Janeiro desse ano discute sobre a suplementação de iodo. Sabe-se que o iodo é requerido para síntese de hormônio tireoideano que se faz necessário para o desenvolvimento do cérebro. Além disso, na gestação há uma maior demanda de produção do hormônio tireoideano, bem como uma maior depuração do iodo, levando a uma maior necessidade do mesmo. Segundo recomendação da WHO ( world health organization) a suplementação deve ser individualizada, mas segue-se a segunite diretriz:
– Em pacientes vivendo com uma excreção mediana de 100mcg/l ( suficiência de iodo) não precisa repor, nos demais sim. Já a Associação Americana de Tireóide propõe reposição de iodo em todas as gestantes.

No Brasil não há dados suficiente para rcomendações e houve mudança recente em iodação do sal. Mas vale lembrar que alguns dos polivitamínicos usados na gestação já possuem essa suplementação na composição.

REFERÊNCIA: Andersen S.L, Laurberg P. Iodine Suplementation in Pregnancy and the Dilemma of Ambiguous Recommendations