Descoberta variante genética que aumenta de 30 a 40% o risco de desenvolvimento de obesidade

Uma variante do gene que aumenta o risco de obesidade de uma pessoa de 30 a 40% é o mais forte preditor genético de peso corporal em seres humanos que se descobriu até agora.

Ter apenas uma cópia de uma variante particular de um gene chamado CREBRF está associado com um aumento de 1,5 do IMC. Para uma pessoa que pesa 83 kg, com 1,75m de altura, seria a 4,6 quilogramas a mais em sua balança.

A variante CREBRF parece ser rara em outras populações, mas estudar como funciona o gene pode ajudar os pesquisadores a entender melhor a obesidade. Ela funciona como se tentasse armazenar o máximo possível de energia, estocando gordura no corpo.

http://www.abeso.org.br/noticia/descoberto-variante-genetica-que-aumenta-em-30-a-40-a-probabilidade-de-desenvolvimento-de-obesidade