EFEITO DO JEJUM INTERMITENTE NA SAÚDE METABÓLICA DE ADULTOS OBESOS

A terapia de primeira linha para perda de peso é a dieta hipocalórica diária, no entanto alguns pacientes apresentam dificuldades em mantê-la. Existe uma estratégia utilizada que está em voga hoje em dia: o jejum intermitente. Essa estratégia consiste em alternar-se dias com ingesta de 25% da sua ingestão habitual ( perto de 500kcal) com dias de comida a vontade.

Em um estudo conduzido na universidade de Illinois em Chicago foram incluídos homens e mulheres entre 18 e 65 anos sedentários ( menos de 60 minutos por semana pelas últimas 03 semanas) com IMC entre 25 e 39kg/m2 .Três grupos foram formados : jejum intermitente, restrição energética diária e grupo controle. O estudo foi dividido em 03 fases: fase 01 basal, fase 02 ( 6 meses) perda de peso, fase 03 manutenção do peso (06 meses).

Dos 220, apenas 69 completaram o estudo a taxa de desistência foi alta de 38% no grupo do jejum, 29% no restrição calórica e 26% no controle.

A perda de peso no final dos 06 meses foi de 6% no grupo do jejum e 5,3% no grupo de restrição energética, sem significância estatística, nem no reganho de peso após 12 meses.

Esse trial randomizado provou que jejum intermitente não leva a maior aderência , perda de peso, manutenção de peso ou melhora nos parâmetros cardiovasculares.

http://jamanetwork.com/journals/jamainternalmedicine/fullarticle/2623528