Comparação de HIIT e exercício prolongado contínuo na gordura visceral abdominal

Em estudo feito com 52 pacientes do sexo feminino, com IMC acima de 25mg/m2 foi proposta atividade física 3 a 4 x por semana conforme evolução do tempo por 3 meses. Os grupos eram divididos em HIIT ( high intensity intervalate training): feito com cicloergômetro com 90% do Vo2 máximo por 4 minutos e recuperação passiva de 4 minutos. O outro grupo fazia exercício contínuo na faixa de 60% do Vo2 máximo.
Nos dois grupos houve diminuição significativa da gordura visceral abdominal, que está relacionada com maior chance de infarto e AVC.
Se a falta de tempo é uma justificativa para não fazer exercício o HIIT pode ajudar.

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5237463/